Ar condicionado
Arrefecimento
Bateria
Bobina impulsora
Bomba de combustível
Catalisador
Combustível
Economia de combustível
Freios
Gasolina adulterada
Parte elétrica
Pneus
Respiro e bomba de combustível do Monza
Revis√£o geral
Sistema de ignição
Suspens√£o
Bateria

História


As baterias automotivas ainda que utilizando a tradicional tecnologia chumbo ‚Äď √°cido, sofreram desde sua concep√ß√£o inicial diversas mudan√ßas. Inicialmente fabricadas com liga de Antim√īnio, eram adequadas aos ve√≠culos antigos, onde os equipamentos el√©tricos e eletr√īnicos eram quase inexistentes. A maioria se limitava √† utiliza√ß√£o de apenas um r√°dio. Hoje, a quantidade de equipamentos el√©tricos, especialmente os de gerenciamento eletr√īnico, √© grande, mesmo em ve√≠culos populares. Outro fator que sofreu uma importante mudan√ßa foi √† posi√ß√£o da bateria com rela√ß√£o ao motor e conseq√ľentemente sua temperatura de trabalho.


Quando nos ve√≠culos de at√© uma d√©cada atr√°s, a temperatura de trabalho de uma bateria n√£o ultrapassava os 50 oC, hoje, √© comum encontrarmos baterias trabalhando a temperaturas ao redor de 90 oC, um verdadeiro desafio para um produto, cujo funcionamento √© essencialmente qu√≠mico, e como tal, extremamente dependente da temperatura em que se encontra. Mundialmente, muitas pesquisas foram desenvolvidas, procurando ao mesmo tempo ultrapassar as dificuldades decorrentes das mudan√ßas na aplica√ß√£o e utiliza√ß√£o das baterias, bem como torn√°-las livre de manuten√ß√£o, esta √ļltima, uma caracter√≠stica, sempre solicitada pelo mercado, desde os prim√≥rdios da utiliza√ß√£o de baterias em ve√≠culos automotores.




Abaixo, algumas d√ļvidas freq√ľentes sobre bateria:

Minha bateria est√° descarregada, preciso de troc√°-la?

O fato de a bateria estar descarregada, n√£o significa que ela esteja com defeito. Os principais motivos queprovocam a descarga s√£o:
- Fuga de corrente elevada
- Uso de acessórios elétricos com o veículo desligado
- Alternador n√£o gera energia suficiente.
- Adapta√ß√Ķes de acess√≥rios em demasia

√Č correto testar a baterias fechando o curto-circuito atrav√©s dos p√≥los da bateria?

N√£o. Quando fechamos o curto-circuito atrav√©s dos p√≥los da bateria, dependendo do estado de carga e condi√ß√Ķes de uso da bateria, este procedimento, pode destru√≠-la por completo, ou retirar uma parte significativa de sua vida √ļtil. Dependendo da situa√ß√£o a bateria pode explodir, causando danos f√≠sicos √†s pessoas a sua volta.

O que é Ampère?

√Č a unidade de medida de fluxo de corrente atrav√©s de um circuito ou condutor el√©trico.

O que é tensão?

Tens√£o, voltagem, for√ßa eletromotriz (fem) ou diferen√ßa de potencial (ddp) √© a unidade de trabalho realizada por uma carga el√©trica de 1 Coulomb ao se deslocar em um campo el√©trico uniforme. Esta defini√ß√£o √© um tanto quanto complexa, n√£o? Para facilitar, imagine uma tomada qualquer de energia el√©trica em sua casa. Entre os 2 pinos desta tomada existe uma tens√£o de 127 Volts ou 220 Volts, dependendo da concession√°ria que o abaste√ßa. A tens√£o entre os 2 pinos permitir√° que qualquer aparelho el√©trico plugado √† tomada funcione corretamente, segundo suas propriedades. Na verdade o que ocorre √© que quando conectamos um aparelho el√©trico a uma tomada energizada (que tem tens√£o ou diferen√ßa de potencial entre seus 2 pinos), ir√° circular uma corrente el√©trica no circuito e esta corrente produzir√° o efeito desejado no aparelho (se for uma l√Ęmpada, iluminar√°; se for um motor, girar√°; se for um aquecedor, produzir√° calor). Para uma bateria, vale o mesmo racioc√≠nio, com a diferen√ßa de que em uma tomada, a diferen√ßa de potencial est√° entre os dois pinos e na bateria est√° entre os dois p√≥los. Outra diferen√ßa b√°sica, √© que a energia fornecida pelas concession√°rias √© o resultado da a√ß√£o cont√≠nua dos geradores e em uma bateria, somente podemos retirar energia, se anteriormente ela for carregada. Em outras palavras uma bateria automotiva n√£o √© um gerador, mas sim um acumulador de energia.

O que é reserva de capacidade?

Reserva de capacidade (não confundir com capacidade de uma bateria) é o tempo em minutos que uma bateria submetida a uma descarga de 25 A leva até atingir uma tensão final de 10,5 V a 27 o C.

O que é Capacidade de uma bateria?

Capacidade de uma bateria, √© a quantidade de energia que pode ser armazenada. √Č normalmente expressa em Amp√®re-Hora cujo s√≠mbolo √© Ah. Esta medida √© obtida pela multiplica√ß√£o da corrente em Amp√®res pelo tempo em horas de descarga at√© uma tens√£o de 1,75 V por elemento. Para baterias automotivas, √© utilizado um espa√ßo de tempo de 20 horas, por isso normalmente expressamos a capacidade de uma bateria da seguinte forma: XX Ah (onde XX √© a capacidade Ex 45 Ah) em 20 horas ou simplesmente C20.

O que é corrente de partida?

Corrente de partida é a corrente que uma bateria nova, plenamente carregada, pode fornecer durante um período de tempo determinado, até uma tensão final específica. A norma mais utilizada estabelece a temperatura de -18 oC para a determinação desta corrente. Uma atenção especial deve ser dado a este ítem. Não são todas as fábricas de baterias que utilizam esta norma, portanto as correntes de partida podem variar, segundo o método escolhido.

Quais s√£o os par√Ęmetros que devo prestar aten√ß√£o no momento da compra de uma bateria?

As informa√ß√Ķes contidas nos r√≥tulos das baterias s√£o muito importantes. Para que voc√™ possa escolher a bateria mais adequada para seu ve√≠culo, as informa√ß√Ķes mais importantes s√£o: A capacidade em 20 horas C20, A corrente de partida e as dimens√Ķes. Deve-se ter especial aten√ß√£o em analisar a corrente de partida. Algumas f√°bricas colocam a corrente de partida da bateria em temperatura diferente das demais. Isso n√£o permite que se possa fazer uma compara√ß√£o direta. Qualquer d√ļvida, entre em contato com o telefone de atendimento ao consumidor do fabricante.

Uma bateria que fique armazenada (sem uso) descarrega?

Sim. Quando uma bateria n√£o est√° sendo utilizada, sofre um fen√īmeno que denominamos autodescarga. Isto √© decorrente de suas caracter√≠sticas f√≠sicas, entretanto, dependendo dos materiais utilizados em sua fabrica√ß√£o a bateria pode ter uma autodescarga maior ou menor. Algumas baterias s√£o fabricadas com uma liga especial de prata, que diminui significativamente o n√≠vel de autodescarga.

Comprei uma bateria e n√£o vou utilizar durante algum tempo. O que devo fazer?

√Č recomend√°vel que a bateria sofra uma recarga em intervalos de no m√°ximo 120 dias. Caso contr√°rio, a bateria pode ter sua vida √ļtil reduzida.

O que é sulfatação das placas?

Sulfata√ß√£o √© um termo que utilizamos para denominar um fen√īmeno que ocorre em baterias que ficaram um longo per√≠odo descarregadas. Este fen√īmeno pode tornar a opera√ß√£o de descarga irrevers√≠vel, dependendo do tempo que a bateria ficou descarregada e da temperatura que ela ficou exposta.

O que é sobrecarga?

Sobrecarga √© um efeito causado por uma situa√ß√£o que mant√©m uma alta corrente passando por um longo per√≠odo de tempo pela bateria. Este longo per√≠odo pode ser cont√≠nuo ou com interrup√ß√Ķes.
As rea√ß√Ķes qu√≠micas assim como todo o fen√īmeno f√≠sico tem uma velocidade m√°xima para ocorrer. Ao aumentarmos a corrente de carga de uma bateria, estamos aumentando a velocidade da rea√ß√£o de carga. Existe um ponto em que a quantidade de energia fornecida √† bateria supera a capacidade de ser absorvida pelos materiais que a comp√Ķe. A energia excedente ent√£o √© transformada em calor. As baterias automotivas apresentam uma alta resist√™ncia t√©rmica, ou seja o calor gerado em seu interior, tem dificuldade em se dissipar, provocando aumento da temperatura. A temperatura elevada, leva √† queima dos elementos qu√≠micos ativos da bateria (elementos que fazem parte da rea√ß√£o de carga e descarga) solicitando mecanicamente seus componentes, ou seja entortando as placas levando a bateria a uma morte prematura.

O que causa a sobrecarga?

O fen√īmeno √© causado por v√°rios motivos um deles √© o mau funcionamento do regulador de tens√£o do ve√≠culo. O regulador deve executar o gerenciamento da tens√£o (voltagem) que √© enviada pelo alternador do ve√≠culo para a bateria e o sistema el√©trico do ve√≠culo. A bateria tem, por sua vez, a fun√ß√£o de armazenar a carga para posterior consumo. Em geral a tens√£o admiss√≠vel deve estar entre 13,8 V e 14,4 V. Toda vez que o limite de 14,4 volts for superado, tem in√≠cio um superaquecimento da bateria gerando a sobrecarga. A sobrecarga pode ser constante ou intermitente, dependendo da origem do problema. O regulador de tens√£o tamb√©m realiza outra importante a√ß√£o. Toda vez que a temperatura do compartimento do motor aumentar, o regulador de tens√£o deve realizar a compensa√ß√£o t√©rmica deste aumento de temperatura, realizando a diminui√ß√£o da tens√£o regulada, e conseq√ľentemente a corrente que est√° sendo enviada √† bateria, evitando que a temperatura m√°xima admiss√≠vel seja ultrapassada. O mau funcionamento do regulador de tens√£o compromete a vida √ļtil da bateria. A utiliza√ß√£o por longos per√≠odos de tempo de componentes el√©tricos/eletr√īnicos no ve√≠culo, com o motor desligado tamb√©m pode provocar uma sobrecarga, uma vez que uma bateria por encontrar-se profundamente descarregada, ao acionar o motor de partida e em seguida o motor do ve√≠culo, sinaliza ao alternador do ve√≠culo que est√° sem carga. Hoje os alternadores s√£o bastante potentes. Com a informa√ß√£o de que a bateria encontra-se descarregada, correntes de 40, 50 60 ou mais √°mperes s√£o enviadas √† bateria, provocando uma sobrecarga, a qual denominamos sobrecarga por mau uso.

Quais as características de uma bateria que sofreu sobrecarga?

Os efeitos de uma sobrecarga, são facilmente identificáveis através de uma análise visual. Dentre os principais aspectos que podemos identificar destacamos:
‚ÄĘ Etiquetas amareladas, mostrando que sofreram aumento intenso de temperatura.
‚ÄĘ Decr√©scimo acentuado do n√≠vel do eletr√≥lito (identific√°vel nas baterias BOSCH atrav√©s do "Power Control System").
‚ÄĘ Expuls√£o do eletr√≥lito atrav√©s dos respiros da bateria, ou pelas tampas se a bateria permitir acesso ao eletr√≥lito.
‚ÄĘ Bateria com caixa estufada.

Retirando e instalando a bateria

Ao Retirar uma bateria de um ve√≠culo, atente para as normas de seguran√ßa existentes na etiqueta da bateria. Retire primeiro o cabo negativo da bateria. N√£o permita que este cabo volte a encostar no p√≥lo. Em seguida retire o cabo positivo.mAo colocar a bateria nova, insira primeiramente o conector do cabo positivo no polo positivo da bateria, tomando o cuidado de fix√°-lo corretamente. Em seguida, coloque o conector negativo, fixando firmemente. Aplique manualmente uma tor√ß√£o aos conectores. Quando corretamente fixados, eles n√£o devem se mover. N√£o se esque√ßa de fixar corretamente a bateria a bandeja do ve√≠culo. Baterias que trabalham soltas no suporte t√™m sua vida √ļtil significativamente diminu√≠da.

Cuidados Gerais

Ao Instalar uma bateria, deve-se entretanto tomar o cuidado de não contaminar o pólo da bateria com um conector que esteja umedecido pelo ácido de outra bateria. Caso o cabo esteja contaminado, deve-se lavá-lo em solução de água e bicarbonato de sódio e esfregá-lo com uma escova de aço, até que todo o conector adquira um brilho metálico intenso, tomando o cuidado de retirar todo o vestígio do zinabre. Após esta operação, lave o conector em água corrente e seque adequadamente. Caso se perceba que não existe a possibilidade de limpeza do conector ou cabo, devido ao estado de corrosão, tanto o cabo quanto o conector devem ser substituídos por novos de mesma bitola e qualidade do original de fábrica.

Como funciona a garantia de uma bateria?

Em geral as baterias possuem por lei (Código de Defesa do Consumidor) a garantia legal, ou seja, 90 dias a partir da data da compra do produto.

Como e que cuidados devemos ter para proceder à recarga de uma bateria?

A bateria deve ser recarregada com uma corrente equivalente a 10% do valor da capacidade nominal da bateria.
Exemplo: Bateria de 45 Ah
Corrente de Recarga: 45 x 0,1 = 4,5 A (10% da capacidade nominal da bateria).
O tempo de recarga varia entre 6 e 15 horas dependendo do estado de carga da bateria. Bateria levemente descarregada necessita de menor tempo de recarga, enquanto que, uma bateria profundamente descarregada, necessita de um tempo maior.

A tabela a seguir, contém o tempo necessário de recarga, com corrente constante de 10% da capacidade nominal:

Tensão da Bateria em Vazio (Volts)

Tempo de Recarga (Horas)

12,00 a 12,20

4,5
11,80 a 11,99
7
11,50 a 11,79
9
11,00 a 11,49
11
Baterias profundamente descarregadas
15


A temperatura da bateria durante o processo de recarga n√£o dever√° ultrapassar 50¬ļ C.

Nota:
Colocar sempre a quantidade de carga necess√°ria para a bateria. Tempos prolongados de carga, principalmente com corrente constante, podem levar a bateria a um estado de sobrecarga, ocasionando perda de √°gua desnecess√°ria no processo.